8 coisas do corpo humano que continuam em atividade após a morte

 

Não precisa se assustar quando vir um cadáver se mexer…

1- Músculos

Nossos músculos podem se contrair e flexionar mesmo horas depois de constatada a morte cerebral. Os espasmos musculares são remanescências de impulsos nervosos e dão a entender que o cadáver está tentando recuperar a consciência, o que pode assustar muita gente.

2- Cabelos e unhas

Quando nossos corpos morrem, a pele perde umidade e encolhe. Essa contração da pele expõe mais as cutículas das unhas e folículos capilares, o que dá a entender que as unhas e cabelos continuam a crescer.

3- Esfíncteres

Quando ocorre a morte cerebral, os esfíncteres são soltos. Sendo assim, podem ocorrer atividades das funções fisiológicas involuntárias. Os esfíncteres abertos podem fazer o cadáver expelir urina e fezes.

4- Rangidos e gemidos

Até os médicos e enfermeiros da atualidade ainda se assustam quando os cadáveres vibram as cordas vocais ou rangem os dentes. Isso acontece por conta dos gazes secretados pelas bactérias nos intestinos, que podem levar a flatulências, rangidos e gemidos.

5- Olhos e língua

Os mesmos gazes secretados pelas bactérias nos intestinos podem fazer os olhos e a língua incharem e se projetarem pra fora do corpo. É comum cadáveres apresentarem olhos esbugalhados e língua pra fora da boca.

6- Pele

Uma vez que as células da pele têm contato com o ambiente externo, elas absorvem o máximo de agentes necessários para sua manutenção. Isso pode manter a pele viva por muitos dias depois que o corpo morre.

7- Ereção

Os corpos masculinos podem obter ereção depois de mortos. Como as “partes baixas” são altamente irrigadas pelo sangue e os músculos podem contrair e flexionar, em alguns casos em que o fluxo sanguíneo esteve intenso na região, alguns cadáveres podem ter ereções e até ejacularem.

8- Parto

Essa é a coisa mais assustadora que pode acontecer com um cadáver. É extremamente raro, mas se a mulher estava grávida no momento da morte, o acúmulo de gases intra-abdominais podem empurrar o feto pelo canal vaginal.

Fonte: Fatos Desconhecidos

Comentários

Veja outras postagens dos nossos parceiros:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *